650x400_zf2176i6pp6u829e5662Desde o mês de setembro, a Polícia Militar do Estado do Rio Grande do Norte, por determinação do Comandante Geral, vem fiscalizando a real necessidade da PMRN manter todas as contratações de telefonia fixa.

No levantamento feito, após o prazo dado às unidades em informar o interesse de permanecer com os ramais fixos funcionando, mais de 150 ramais de telefones fixos de diversas unidades policiais em todo o Estado poderão ser cancelados.

A lista dos ramais passíveis de cancelamento foi publicada no Boletim Geral n° 189/2019, dessa terça-feira (08).  No entanto, foi dado um novo prazo de 5 dias aos comandantes das unidades policiais e demais policiais e funcionários públicos para que informem a necessidade em se manter os ramais de telefonia, cabendo responsabilidade se houver prejuízos administrativos àqueles que não prestarem as devidas informações nos prazos estabelecidos.

Ao todo são 170 ramais de telefones fixos abrangendo várias unidades administrativas e operacionais da Polícia Militar, além de unidades de saúde da PMRN que poderão ser cancelados, entre os quais estão telefones desde o Subcomando da Polícia Militar até o Disque Denúncia da Secretaria de Segurança Pública, abrangendo também unidades operacionais como BPChoque, CPFem, ROCAM e diversos Batalhões.

Por Glaucia Paiva